domingo, 21 de agosto de 2016

21/08

Acreditar possível novo rumo
Após o mesmo engodo costumeiro
E sendo na verdade um jardineiro
Perdera o que possa em vão resumo,
Os erros cometidos, sei que assumo
E bebo deste sonho, aventureiro,
Cercando com terror o quanto inteiro
Do passo se perdendo em ledo fumo,
Ocasos entre quedas e mortalhas,
A sorte que deveras não espalhas
O medo sem sentido e sem razão
A luta se trazendo neste engodo
Apenas desenhando o mesmo lodo
Que as sortes noutros dias moldarão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário