quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

07/12

Não queria tão somente
O que mente e se traduz
No vazio em contraluz
Desafio esta semente
E o passado ora inclemente
No que possa e me conduz
Noutro fardo gera a cruz
E atormenta minha mente.
O legado que se traz
O delírio mais mordaz
E a verdade se perdesse.
O caminho não foi esse
Nem tampouco o que cobiça
Uma sorte movediça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário